quarta-feira, novembro 25, 2009

Onde pára o Orfeão da Murtosa?

Em conversa de café esta questão veio um dia “á baila” e tendo tido a oportunidade de falar com algumas pessoas que na altura fizeram parte desta associação, resolvemos publicar um post sobre a mesma.....

Na Murtosa existe hoje um Orfeão, mas se calhar (ou nem por isso) alguns ainda se lembram que “numa outra vida” existiu um outro Orfeão na Murtosa.
Juntavam-se gentes da Murtosa, Pardelhas, Monte e Bunheiro, primeiro nas instalações do Centro Recreativo Murtoense e mais tarde no Ed.Tavares Gravato em Pardelhas.

Sob a “batuta” de um Murtoseiro, o Orfeão da Murtosa espalhou o seu encanto e o nome da nossa terra durante vários anos, mas depois..... foi definhando, definhando, definhando até que...

O que é que foi feito do Orfeão da Murtosa?

Há gentes que na altura assumiram a responsabilidade do destino da instituição e que ao dia de hoje, pese embora estando em crer que não, essas pessoas ainda têm responsabilidades e deveria ser “Chamadas á Pedra”

A Presidente da Assembleia Geral e o Presidente do Orfeão, há largos anos que se fecharam em “copas” e nunca mais deram “cavaco” aos sócios.
Toda a “parafernália” existente relativa ao Orfeão concerteza se perdeu ou num qualquer contentor de lixo ou numa qualquer arrecadação, sem mencionar que eventualmente finanças associadas a esta instituição de igual modo se ficaram pelos arquivos de uma qualquer instituição financeira e das duas tres ou pelos dias que correm ainda por lá se encontra ou então a mesma instituição agradeçe a benfeitoria pois já deve ter revertido a favor da “casa”

É uma pena e ainda hoje são muitos os que recordam com saudade aqueles tempos, os convívios nos encontros de coros e nas actuações...

Uma pena realmente....

4 Comments:

Blogger Francisco Vieira said...

Deixo aqui o ultimo comentario, uma vez que aparentemente a caixa de comentarios deste blog e ficticia. Por mais que uma vez comentei artigos teus e nunca os vi publicados. Fica bem

quarta-feira, 25 novembro, 2009  
Blogger BB said...

Amigo Francisco Vieira,
A respeito do seu comentário, permita-nos a seguinte explicação:
1º-Todos os comentários a este blog antes de serem publicados são sujeitos a moderação.
2º-Cabe única e exclusivamente aos proprietário do mesmo a decisão de publicação ou não, assim, entendemos que só serão publicados comentários que digam respeito aos temas publicados. Um comentário enviado sobre um tema, que não tenha absolutamente nada a ver com o mesmo, óbviamente que não será publicado.
3º-De igual forma e fazendo referência a um outro comentários seu, cabe-nos a nós decidir se comentários anónimos são ou não publicados. Somos de opinião que não é pelo facto de um comentário ser enviado de forma anónima que o mesmo deixa de ter valor ou significado. É um direito que assiste a quem comenta
- SIMPLES PRACTICO e EFICAZ -
Nota:
i.e. o seu último comentário não foi publicado pela simples razão de que não versava sobre o tema do post em questão mas era antes uma troca de "galhardetes" a respeito de um comentário anónimo.

Esperamos que esta nota seja esclarecedora.

quarta-feira, 25 novembro, 2009  
Blogger Francisco Vieira said...

Boa noite.
Bem, eu tinha decidido nao comentar mais aqui porque isso tambem é um direito que me assiste, mas uma vez que me respondeste directamente, permite-me entao que tambem eu esclareca.
O meu comenatrio anterior nao era uma troca de galhardetes com alguem, até porque eu nao me dirigia a ninguem em particular. Apontava o facto (com alguma pena)de as pessoas se refugiarem no anonimato para dizerem o que lhes apetece, uma realidade bastante evidente na blogosfera murtoense. Como se estivessemos ainda no tempo da Dona Antonia. Nao terei usado exactamente estas palavras, mas foi a isso que me quis referir.
Cumprimentos

quarta-feira, 25 novembro, 2009  
Blogger BB said...

Caro Francisco Vieira,
Comentar aqui é um direito que lhe assiste porque assim o permitimos, bastava para tal que este blog não permitisse comentários e ninguem comentava, ponto final, assim como é um direito que nos assiste publicar o que entendemos publicar.

Voltamos a referir que não é por um comentário ser anónimo que o mesmo deixa de ser pertinente ou válido (e lá vamos nós aos direitos "assistidos")... é um direto que assiste a quem o faz, seja essa pessoa do tempo da D.Antónia, do Salazar ou do Sócrates...

A nós por cá cabe a reponsabilidade de o publicar ou não. Se quizer continuar a comentar, sinta-se á vontade e os comentários, desde que digam respeito aos posts para os quais são submetidos serão sempre bem vindos. Caso assim não seja, serão guardados na "Torre do Tombo" cá do burgo...

quinta-feira, 26 novembro, 2009  

Enviar um comentário

<< Home